Os projetos de melhoria são fundamentais nas empresas pelos resultados financeiros que potenciam atingir.

Com mais de 25 anos de experiência na produção de collants e peúgas a PLF procura fazer mais e melhor. Nesse sentido, apostou na implementação de projetos de melhoria, de forma a minimizar perdas e consequentemente maximizar lucros, reforçando a confiança na Q4E para atingir mais um objetivo.
Confirme o testemunho da PLF.

1. Como decorreu o processo de implementação do projeto de melhoria na PLF?
O início da implementação do projeto de melhoria na PLF foi difícil. Isto porque não existia uma cultura de projetos de melhoria contínua aplicáveis na empresa, mas rapidamente, com os primeiros resultados obtidos, a equipa percebeu que seria um benefício para todos e também para a organização do seu próprio setor, onde ganhariam espaço e tempo na gestão do seu dia-a-dia.
O acompanhamento regular por parte da Q4E e da equipa da PLF acabou por mostrar a evolução dos dados e os resultados totalmente positivos, com ganhos até 40% no âmbito deste projeto - Redução do número de “Pares em curso” no setor do embalamento - que tinham um impacto financeiro bastante elevado na empresa. Estes resultados potenciaram também melhorias em outros setores, como foi o caso da expedição de encomendas e a respetiva redução do lead time de entrega aos clientes.

2. Quais foram os desafios / dificuldades que encontraram na implementação deste projeto?
A principal dificuldade ao longo do projeto foi a barreira cultural. As pessoas não viam estes processos, estes trabalhos de equipa, como uma mais-valia. Tinham a visão que este tipo de projetos eram uma perda de tempo e que os consultores não trazem resultados positivos para a empresa. Mas quando neste projeto a aplicação do DMAIC (Definir (Define), Medir (Measure), Analisar (Analyze), Melhorar (Improve) e Controlar (Control)) no setor do embalamento das peúgas deu resultados financeiramente positivos e organizacionais, que potenciaram a melhoria da nossa relação com o cliente , houve uma perceção completamente diferente que motivou o envolvimento de toda a equipa.

3. E quais os benefícios?
Os benefícios que mais destaco neste projeto é o envolvimento de toda a equipa. A equipa é a base do sucesso de todo o trabalho .

4. Que lições foram apreendidas?
Que se fizermos bem à primeira vez somos mais rentáveis e eficazes. Agora pretendemos avançar com o DMAIC para outro setor, onde esperamos obter os mesmos ou até melhores resultados.

5. Aconselharia a implementação de projetos de melhoria a outras empresas?
No caso da PLF o ter ganho uma equipa foi o melhor resultado que poderíamos ter obtido, foi esse o sucesso, onde os resultados financeiros vieram por acréscimo. Mas a implementação deste tipo de projetos de melhoria em outras empresas são fundamentais pelos resultados financeiros que potenciam atingir .

6. Como define a parceria com a Q4E? Que competências e valor acrescentamos ao projeto?
Acima de tudo, a atualização das metodologias que implementam. Todo o planeamento foi bem executado e daí os resultados obtidos, mas também o acompanhamento e a proximidade na ajuda do envolvimento das equipas. Foi sem dúvida graças à Q4E e à sua consultora que conseguimos envolver os colaboradores.

Sandra Ribeiro - Diretora Geral da PLF


Data:
Setembro 2019

Autor: Q4E

Categoria: Voz do Cliente